FANDOM


Seu Madruga

Seu Madruga Seriado e Desenho Animado

Nome
Seu Madruga
Morada
Mora na casa n° 72 da vila
Primeira Aparição
Última Aparição
Dublagem
Carlos Seidl
Marco Moreira
Ator
Ramón Valdés
Seu Madruga - Seriado

Seu Madruga

Seu Madruga é um personagem do seriado Chaves, interpretado por Ramón Valdés. É o pai de Chiquinha.

Personalidade Editar

Seu Madruga é tido na faixa dos 50 anos de idade (sua idade é provavelmente estimada entre 45 e 50 anos; uma vez que ele afirmou ter 50 em um episódio, porém, em outro, afirma que "ninguém é velho aos 40 e tantos anos" ao falar de si próprio, deixando claro que ainda não atingiu os 50), e apesar de ser apenas um homem de meia idade, não tolera piadas relativas á sua idade(geralmente feitas pelas crianças). É um homem maduro, porém um tanto preguiçoso e desleixado com sua vida e suas responsabilidades. Vive arranjando bicos para conseguir dinheiro (chegou a ser dito que ele nunca concluiu o colégio), mesmo com a fama de não gostar de trabalhar. Seu Madruga é visto como um homem bruto e selvagem (como dito pelo seu crítico, Professor Girafales), que perde a paciência com muita facilidade, inclusive com as crianças e especialmente com Chaves. Costuma se envolver em alguns contratempos com outras pessoas, inclusive alguns vizinhos (principalmente Dona Florinda), e sempre tem uma desculpa para escapar dos problemas (muitas vezes verdadeiras e algumas vezes malandragem).

Apesar disso, é um homem que tem muita fé na vida, que tenta manter o bom humor, apesar das más situações que o cercam. Demonstra ter um bom coração e boas intenções, que são notadas por todos ao seu redor.
Reproducao

Seu Madruga²

Madruga é sempre injustamente castigado com bofetadas no rosto pela vizinha Dona Florinda. Vive fugindo das cobranças de 14 meses de aluguel, feitas pelo Senhor Barriga, dono da vila. Sempre repreende o protagonista, Chaves, por suas travessuras, com cascudos na sua cabeça, porém, não o odeia. Apesar de frequentemente estar de mau humor, é um homem de bom coração, que ama a todos na vila, especialmente as crianças. Atualmente Seu Madruga está mais preguiçoso do que nunca, pois não bate mais no Chaves e não belisca mais o Quico (embora ele ainda faça isso algumas vezes quando se irrita com o Quico), já que Seu Madruga está mais folgado do que irritado e depende mais dos outros do que ajudar os outros. Mesmo assim, ainda continua fugindo do Seu Barriga para não pagar o aluguel e apanhando da Dona Florinda.

Seu Madruga - Desenho Animado

Seu Madruga em sua versão em desenho animado.

Bordões Editar

  • A virtude do bem viver está nos princípios morais.
  • Tinha que ser o Chaves (mesmo/de novo) (depois que Chaves o dá uma bofetada acidentalmente)
  • Não existe trabalho ruim, o ruim é ter que trabalhar.
  • Segure isso aqui. (quando pede para Chaves segurar alguma coisa dele antes de bater)
  • Toma! (quando bate em Chaves)
  • Eu posso explicar (Quando o Seu Madruga quer explicar para a Dona Florinda antes dela bater nele, mas ela sempre bate nele sem deixá-lo explicar)
  • Só não te dou outra porque... (depois que bate em Chaves e o garoto começa a chorar. Às vezes, ao fim dessa frase, ele fala algo sobre sua vozinha, que é anteriormente citada por Chaves, em consequência de algum fato que ocorreu após apanhar de Dona Florinda)
  • Digo... digo... (dito para Dona Clotilde, quando ele a chama de bruxa acidentalmente ou ao Sr. Barriga, quando ele erra o seu nome)
  • Chiquinha, vá já pra casa!
  • Chiquinha, cale a boca! (geralmente quando Chiquinha o interrompe quando ele está conversando com alguém)
  • Dá licencinha pro Madruguinha ou Uma licencinha pro Madruguinha que vai tomar um cafezinho/uma aguinha
  • Fora daqui, Chaves! (Quando ele expulsa o Chaves)
  • Que que foi, que que foi, que que há?/Que que foi, que que foi, que que isso!?
  • Francamente, Francamente!
  • A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena.
  • As pessoas boas devem amar seus inimigos.
  • Desculpe... atores conhecemos, costumes não sabemos. (frase dita ao querer emprestar seu macaco para Héctor Bonilla consertar seu carro)
  • Escute, aqui minha senhora... (Quando Dona Florinda está brigando com Seu Madruga)
  • Não há nada mais trabalhoso que viver sem trabalhar!
  • E tudo por culpa de quem? (Referindo-se ao Chaves, após apanhar de Dona Florinda, porque na maioria das vezes a culpa é dele)
  • Diga ao seu Barriga que eu fui cortar o cabelo do Kojak. (tentando fugir do aluguel)
  • Um momentinho, um momentinho.
  • Não chame a srta. Clotilde de bruxa.
  • Não se pode dormir aqui com tanta criança, com tanta bruxa! (tentando dormir por causa da insônia)
  • Já te dou uma cacetada!
  • É de enlouquecer!
  • Me deixa louco!
  • Moça bonita, moça bem-feita, moça formosa!"(Quando ele vê uma mulher bonita e a Dona Clotilde aparece depois disso)
  • Mas que droga, Mas que droga,Droga! (Quando ele está irritado ou depois que ele apanha de Dona Florinda)

FontesEditar

Personagens
Chaves . Chiquinha . Cândida . Dona Clotilde . Dona Edwiges . Dona Florinda . Dona Neves . Frederico . Glória . Godinez . Jaiminho, o Carteiro . Malicha . Nhonho . Paty . Professor Girafales . Pópis . Quico . Seu Barriga . Seu Madroga . Seu Madruga . Sr. Furtado